26.7.08

.e os monstros se divertem.

o que existe hoje, dentro de mim é um medo absurdo.
instalou-se dentro do meu peito, o desgraçado filho-da-puta.
tá morando aqui, sem pagar aluguel, condomínio ou qualquer coisa o tipo.
tá morando de graça ... há meses.
pior, ele acha que pode sair por ai furando as paredes, pendurando quadros e pintando o peito da cor que ele quiser. folgado!
tento expulsá-lo á anos, mas quem disse que ele sai?! já gritei, já chorei, já bati nele, já xinguei de tudo quanto era nome, arranhei, tentei tirar á força, já fui educada ... e NADA!
o contrato já rescindiu e ele continua lá, abusando da minha boa vontade.
merda.

odeio ele com todas as minha forças.
odeio, odeio, odeio, odeio, odeio, odeio.
ele não me larga e eu vou me acostumando.


...

Um comentário:

disse...

Mas agora ele foi encarado de frente.
Agora vc consegue olhar pra ele e ver a forma que ele tem ou que não tem.
Agora você sabe quem ele é. Agora você sabe que ele é.
Para que um dia você possa apontar uma lanterna bem forte pra ele que vai estar escondido lá no fundo, escuro... Apontar o indicador em sua direção...
E rir!

8-D