14.8.08

.Deus.

OBRIGADA!

:)

2 comentários:

disse...

Hoje senti tanta saudade de você!
Daquelas saudades verdadeiras que chega a mexer no peito da gente.
Hoje me senti um pouco sem um par, um pouco sem alguém.
As pessoas me falam coisas às vezes, que eu não... nem sei.
As verdades de outras pessoas me são um pouco... tóxicas.
Talvez porque aquilo já tenha sido minha verdade um dia e hoje eu respiro com [só] a pontinha do nariz uma atoxidade... que mesmo pouca me liberta muito mais daquilo.
Às vezes eu acho que me sinto inadequada por não ter mais toxidades. Engraçado que "não ter toxidades" foi aquilo que sempre quis.
Eu, dentro da minha verdade sei que ser Atoxida é melhor pra mim e fico feliz por isso. É que eu, na minha parcial-atoxidade, pareço tóxica no meio das atoxicas.
E eu senti falta de você... que de certa forma é meu par atoxico.
Senti falta dos seus olhares de compreensão quando eu digo coisas que pessoas com toxidades não entenderiam. E logo depois desse momento um olho brilhante, um abraço intensamente acolhedor e um clima de "vc é incrível". Sim.. porque eu também acho que conseguir deixar de ser tóxica, por mais pouco que seja, é um feito incrível.
Hoje eu senti tanta saudade de você que até chorei.
Eu precisava que as lágrimas recheadas de você escorressem no meu rosto. Era uma ilusão de Milena-lágrima bem na minha pele, bem perto de mim. Um ar que se podia abraçar.
Hoje eu senti tanto a sua falta!

Bruno Lopes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.