19.1.09

.sobre máscaras.

Jayme Monjardim numa entrevista pra Veja:

Veja: Sua mãe foi uma transgressora?

JM: Sim. E essa foi uma das características de sua história que me motivaram a fazer a minissérie. Maysa foi transgressora porque ousou viver com prazer e sofreu profundamente. Muitas pessoas sonham em ser como ela, mas lhes falta coragem para isso. Minha mãe falava o que pensava, nunca teve meias palavras e foi intensa em todos os sentidos. Isso é raro. Todo mundo se esconde atrás de uma máscara. Maysa, não. Nunca teve vergonha de assumir o que era e sabia que despertava nas pessoas à sua volta uma sensação de preocupação e medo.


É ... tipo dessas, existem poucas.
Como sofrem elas ... e como se apoderam do que são.
São o que são e não negam. Têm medo, mas ele vai sumindo aos poucos, feito fumaça, por buscarem a realização do ser. Por completo. Por existir.
Sofrer faz parte, ser feliz também. Mas sermos nós mesmos, chega a expandir a mente e coração. Dói no corpo. Mas compensa ...

2 comentários:

Tatiana Pinheiro. disse...

Nem fala...me vi na Maysa muitas vezes...

me senti até meio mal...

=/

;**

disse...

:-)

[talvez sejamos dessas....]