18.6.09

.um pouco de mim, aos poucos. (pt.2)

não gosto de sair de casa em dia de calor, aliás acho que não gosto de fazer nada quando está muito calor. amo frio, apesar de reclamar dele. a fase da balada todo final de semana, passou. não entendo as pessoas que continuam nessa. muita gente me irrita. tenho uma colega que é o melhor exemplo disso. detesto gente que exagera na mentira. não bebo mais como antes. não suporto o cheiro de cigarro, mas ainda tenho vontade de fumar. amo batata, de todas as maneiras, menos pão de batata. a fruta que mais detesto, mas que mais como é o mamão. e a que mais amo e menos como é o morango, sim, eu também não entendo o porque.


sou irritada, nervosinha, falo palavrões o tempo inteiro e não sei dizer 'não' pra quem eu gosto. sou grossa, muitas vezes com quem não devo. fico envergonhada quando as pessoas falam alto demais, em lugares públicos, pois não sei como pedir pra elas falarem mais baixo. detesto qualquer maneira de 'xavecos' e se eu tivesse uma arma, mataria todos que insistem com isso. também me acho boazinha demais de vez em quando, chega a dar raiva. perdôo quantas vezes forem necessárias, mas não se assuste caso um dia, sem dar as explicações devidas, eu simplesmente pare de olhar pra sua cara. sou bem educada, é o 'bem' que meus pais me deram que mais prezo, sempre.


detesto gente que muda o que é a cada mês ou a cada namorado que arranja. acho 'booooring' gente muito moderninha, que fala que nem viado, se veste como nos anos 80 e acha que tá deslumbrante. tenho tédio de 'seguidores da moda' sejam eles em qualquer ocasião. não suporto quando as pessoas metem o pau em São Paulo, mas continuam morando por aqui. gente que não dá valor pro lugar onde mora, é irritante.


acho super estranho gente que não come chocolate. de amargo já basta a vida, né? morro de orgulho e uma certa e pequena inveja de quem consegue largar tudo e ir prum lugar bem longe, sem conhecer ninguém. me passa liberdade e pessoas que me passam essa sensação geralmente me emocionam.

(continua ...)

4 comentários:

Tatiana Pinheiro. disse...

Essa descrição poderia ser escrita por mim. Até assustei, pq somos assustadoramente parecidas o.O

com exceção dos morangos hahaha

=*

disse...

você é meu lago de sensações-suspiro.

uma lembrança de aprender o que eu sou... que às vezes... me escapa.

uma lembrança daquilo que vamos viver um dia.

e não está longe.

r.alsen disse...

senti que nao gosta de mim em tantos niveis AHAHAHAHAA

Renata Minami: disse...

Nossa! Enquanto eu ia lendo ia me vendo em cada linha do seu texto! hehehe

Fiquei boba! Sou cheia de palavrões na boca, mas sou bem educada! E o que eu mais pirei é o lance de falarem alto em público e eu não saber como pedir pra pessoa falar mais baixo! Venho sofrendo calada com isso há anos!

8:***