21.2.11

.desculpa.

se não sou aquilo que você merece que eu seja, pra você.
se o amor meu, que é todo seu, e toda a minha risada, que por várias vezes se torna nossa, é da felicidade que só você me traz.

e se as lágrimas que escorrem, vem do meu, que é seu, do qual compartilho uma dor minha, sendo sua, por ti, que vira aquilo que não sou.

os sonhos ainda são reais. ainda querem ser vividos ...

num nosso, tão nosso. e no meu que eu sei que é seu também.

praquele sempre, que vira abraço apertado a todo momento.




eu te amo, muito-muito. (L)

2 comentários:

brunna ♥ disse...

iiihhh, esse post tá com cara de um posto de alguém que aprontou! hahaha

mas no final tudo dá certo :)

disse...

:-)
Talvez no Amor caiba tudo.
Até o que não cabe.


Tô com saudade das nossas inspirações mútuas.

Beijo e abraaaço