25.1.12

.existe tudo em SP, inclusive amor.


São Paulo é como a vida sempre será: coisas boas, coisas ruins ... um misto de tudo, de sempre, de talvez. São Paulo é humana. Cheia de defeitos e qualidades. É passível de erros e acertos ... São Paulo são muitos, as vezes sozinhos, quase sempre, acompanhados. Eu, pelo menos em seu aniversário, prefiro olhar o que ela me dá com olhos cheios de boas lembranças, saudade e presença.

Cheia dos arranha-céus e suas cores monocromáticas, São Paulo é como um sonho antigo, daqueles que deixamos por último para realizar, por isso é tão melhor retratado em P&B. Enquanto pensamos em realizar, vivemos. No meio do caos, do belo, sob o melhor olhar, o melhor ângulo, a melhor vontade ... pra fazer e conquistar.

A cidade que dorme e que tem insônia, das misturas de raça, credo, sorrisos, abraços. Aquela que envolve tudo. Tudo. De palavras à atitudes. Sua melhor definição é "Bom dia", no fim do dia. Lugares, pessoas ... buscam casa, buscam gente. As vezes, buscamos nada. Cidade da garoa, do sol, do temporal, das flores, das folhas caídas no chão.

São Paulo são as 4 estações. Num dia, num segundo. Não para, só cresce ... e assim alcança o céu mais rápido que foguete. São Paulo da rotina, do dia a dia, do quase, do sempre.

Pelo menos hoje, eu pretendo parabenizá-la por ser minha, nossa, essa minha tão bela e colorida São Paulo. ♥

Um comentário:

Dali Ferreira disse...

Quem melhor para dizer dos dizeres e amores de São Paulo, do que você?

Lindo, lindooo!

Ahhh, São Paulo <3

Beijocas!!!
Dali-Dali ;)